• Joana Coelho

Segurança Psicológica: um fator essencial para empresas

No ambiente de trabalho, promover Segurança Psicológica garante vantagens tanto para o colaborador quanto para a organização

A Segurança Psicológica impacta de forma positiva na capacidade criativa, no poder de inovação, na performance, na resolução de problemas e na aprendizagem.

Quem nunca sentiu o coração disparar e o pensamento ficar confuso no meio de uma apresentação com pessoas importantes? Sendo este um elemento estressor comum a todos nós, fomentar um ambiente de confiança se torna essencial para que a resposta de estresse seja mitigada e o ambiente se torne mais leve e saudável.

No último ano, um aspecto essencial para garantir uma boa performance de times e um ambiente organizacional positivo ganhou muito destaque: a Segurança Psicológica. Você já ouviu falar desse termo? Consiste na crença compartilhada de que é seguro correr riscos interpessoais no ambiente de trabalho, conforme definição de Amy Edmondson, uma das principais pesquisadoras da área.


Em um ambiente com Segurança Psicológica, os colaboradores se sentem à vontade para falar o que pensam e o que sentem, sem receio de serem rejeitados ou sofrerem julgamentos por parte de outros membros da organização. A avaliação social é um conhecido fator de estresse, capaz de desencadear respostas emocionais e corporais bastante intensas, que interferem no comportamento e desempenho das pessoas. Quem nunca sentiu o coração disparar e o pensamento ficar confuso no meio de uma apresentação com pessoas importantes? Sendo este um elemento estressor comum a todos nós, fomentar um ambiente de confiança se torna essencial para que a resposta de estresse seja mitigada e o ambiente se torne mais leve e saudável.


No ambiente de trabalho, promover Segurança Psicológica garante vantagens tanto para o colaborador quanto para a organização. Para o colaborador, estar em um ambiente de segurança desencadeia respostas emocionais positivas e resulta em maior motivação, resiliência, maior abertura para coisas novas, melhora as relações com outras pessoas e aumenta a autoconfiança e a determinação dos indivíduos. A organização, por sua vez, irá se beneficiar de um ambiente no qual os colaboradores apresentam esses sentimentos, pois impacta de forma positiva na capacidade criativa, no poder de inovação, na performance, na resolução de problemas e na aprendizagem.


Diante dos desafios que este mundo complexo e cheio de mudanças nos apresenta, ter colaboradores mais engajados e criativos, é um diferencial competitivo de extrema importância. Em uma pesquisa realizada pelo Google’s People Operations (a área de recursos humanos da empresa de tecnologia), a Segurança Psicológica foi o principal fator presente nos times considerados mais efetivos dentro da companhia, garantindo um ambiente no qual as pessoas se sentiam mais à vontade para correr riscos, admitir erros e engajar em novos papéis. Como resultados, eles também observaram que os colaboradores que faziam parte de times com maior Segurança Psicológica tinham uma menor probabilidade de sair do Google, tinham maior probabilidade de aproveitar a diversidade de conhecimento de seus colegas, geravam mais receita para a empresa e eram melhor avaliados pelos executivos da empresa.


Como alcançar um ambiente com Segurança Psicológica?


Considerando a organização como mediadora desse fator, ações que apoiam o desenvolvimento do colaborador, como treinamentos e mentorias, e práticas relacionadas à diversidade, promovendo um ambiente inclusivo, são importantes fatores na construção de um ambiente no qual os colaboradores se sintam seguros. No entanto, há uma grande influência da equipe e da liderança imediata na percepção de Segurança Psicológica do colaborador. Por isso, um fator essencial para a promoção desse ambiente de trabalho de confiança será o desenvolvimento de soft skills.


As habilidades socioemocionais irão possibilitar que a interação entre os indivíduos tenha mais qualidade e ocorram de uma forma mais saudável, garantindo relacionamentos de confiança e sentimentos positivos no dia a dia das equipes. Algumas das soft skills que farão diferença na construção de um ambiente de Segurança Psicológica são:

  • Empatia: a capacidade de nos colocar no lugar do outro, compartilhando suas emoções e ponto de vista.

  • Comunicação: nossa habilidade de transmitir e receber ideias, feedbacks, conhecimentos, mensagens e informações.

  • Vulnerabilidade: a capacidade de nos abrirmos para outras pessoas, expondo nossas emoções, incertezas e dificuldades.

  • Inteligência emocional: a capacidade de identificar nossos próprios sentimentos e os dos outros, nos motivarmos e gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos.

  • Mindset de crescimento: estimular o modelo mental que valoriza o aprendizado, desenvolvimento e aprimoramento, inclusive a partir dos erros.

A Segurança Psicológica já pode ser considerada um dos principais fatores a serem desenvolvidos dentro das equipes e dentro das organizações para lidar com as demandas de um mundo cada vez mais complexo, que exige criatividade na busca por solução inovadoras e para lidar com adversidades.


Quer saber mais sobre esse tema e as habilidades que podem ajudar na busca por um ambiente de mais segurança e confiança? Continua acompanhando a gente por aqui!

Um abraço e até o próximo post :)