• Thaís Gameiro

Pesquisa para diagnóstico de fatores de Turnover na empresa

Atualizado: 29 de jul.

O turnover é um indicador importante que avalia a quantidade de colaboradores que estão saindo da organização em uma determinada janela de tempo e fornece uma visão a respeito do engajamento, da cultura, da satisfação e até mesmo da eficiência do processo seletivo na empresa.

Ter ferramentas objetivas de monitoramento que permitam identificar pequenos sinais e possíveis ameaças, ajudando a empresa a tomar atitudes preventivas e criar estratégias verdadeiramente eficientes para conter ou reduzir o turnover, especialmente daqueles profissionais chave para a organização.

Quais fatores podem influenciar o aumento do turnover em uma empresa? Pesquisas indicam que este fenômeno é bastante complexo e que as causas são multifatoriais, indo desde aspectos mais óbvios como insatisfação com o salário, até questões mais profundas e emocionais, como falta de propósito e senso de pertencimento, baixa percepção de reconhecimento, relacionamentos tóxicos no ambiente de trabalho, entre outros.

O contexto:


Muitas empresas têm sofrido com o aumento do turnover, um indicador importante que avalia a quantidade de colaboradores que estão saindo da organização em uma determinada janela de tempo. Este indicador fornece uma visão a respeito do engajamento, da cultura, da satisfação e até mesmo da eficiência do processo seletivo da empresa. A questão principal é que o turnover tem um alto custo e impacto negativo nos resultados da empresa. Estima-se que o custo para repor um colaborador esteja na faixa de 0,5 a 1,5 salário anual para a organização. E quanto maior a empresa, maior o desafio e maior o custo envolvido. Além do custo financeiro, o impacto negativo na rotina, na operação e no clima da empresa pode gerar danos ainda maiores.


Mas quais fatores podem influenciar o aumento do turnover em uma empresa? Pesquisas indicam que este fenômeno é bastante complexo e que as causas são multifatoriais, indo desde aspectos mais óbvios como insatisfação com o salário, até questões mais profundas e emocionais, como falta de propósito e senso de pertencimento, baixa percepção de reconhecimento e relacionamentos tóxicos no ambiente de trabalho, apenas para citar alguns exemplos. Na maior parte dos casos, os fatores emocionais e inconscientes possuem impacto maior na tomada de decisão dos colaboradores, interferindo de forma silenciosa no aumento do Turnover nas empresas.


Após a Pandemia da COVID-19 algumas pesquisas mostraram um aumento significativo do Turnover nas empresas. O movimento que ficou conhecido como “A Grande Resignação” foi identificado inicialmente nos Estados Unidos, e diz respeito a um número expressivo de trabalhadores que estão voluntariamente deixando seus empregos. No Brasil, um estudo feito pela consultoria Lagom Data, a pedido da Você S/A, mostrou que quase 500 mil trabalhadores vêm deixando seus empregos todos os meses, mesmo com o país enfrentando altas taxas de desemprego e uma crise econômica bastante significativa. Isso equivale ao dobro do que o que foi registrado nos anos anteriores à pandemia e tem feito com que os pedidos de demissão sejam responsáveis por uma rotatividade de aproximadamente 15% das vagas com carteira assinada.


Diante deste cenário, torna-se essencial para as empresas um olhar cauteloso e estratégico em relação aos diversos fatores que podem comprometer sua capacidade de reter os seus talentos e aumentar os índices de turnover. Ter ferramentas objetivas de monitoramento que permitam identificar pequenos sinais e possíveis ameaças, ajudando a empresa a tomar atitudes preventivas e criar estratégias verdadeiramente eficientes para conter ou reduzir o turnover, especialmente daqueles profissionais chave para a organização.


Atento ao contexto descrito e preocupado com o aumento no turnover observado no último ano da empresa, nosso cliente buscou a Nemesis e sua ampla expertise na área de Neurociência Comportamental, para desenvolver uma pesquisa de diagnóstico dos fatores de turnover, identificando de forma objetiva os principais elementos que estariam por trás do fenômeno observado.

A solução:


O projeto desenvolvido pela Nemesis contou com uma pesquisa aprofundada de diagnóstico que teve como objetivo mensurar os principais fatores capazes de influenciar o índice de turnover na empresa.


O desenvolvimento da pesquisa contou com as etapas descritas na imagem abaixo:



A pesquisa foi conduzida online, em plataforma própria da Nemesis, a partir de perguntas e questionários padronizados desenvolvidos com base em técnicas de Psicometria e fundamentados pela Neurociência Comportamental.


Após a realização da pesquisa e munidos dos resultados do diagnóstico, foi desenvolvido um workshop com as principais lideranças da empresa e profissionais de RH, com o objetivo de facilitar a criação de um plano de ação estruturado e gerenciável, com as principais estratégias a serem implementadas para melhorar o índice de turnover na empresa.


Abaixo o fluxo de trabalho realizado no workshop de criação do Plano de Ação, desenvolvido e conduzido por consultores da Nemesis, garantindo a utilização dos resultados do diagnóstico de forma estratégica pela empresa:


Os resultados:


A pesquisa de diagnóstico identificou 3 principais elementos associados ao aumento do turnover na empresa:


1) Baixa Percepção de Reconhecimento: Colaboradores não se sentem valorizados como profissionais; não acreditam que seu desempenho gere oportunidades de carreira; não sentem que sua opinião é levada em consideração; se sentem injustiçados e insatisfeitos com sua remuneração.


2) Necessidade de Crescimento e Desenvolvimento não suprida pela organização: Os resultados mostram que a maior parte dos colaboradores não identifica espaço para o seu desenvolvimento e aprendizado dentro da empresa, uma vez que: não identificam investimentos por parte da empresa para o seu desenvolvimento; não encontram oportunidades para viver novos desafios profissionais; não enxergam oportunidades de crescimento profissional na empresa.


3) Fluxos de Trabalho e Comunicação Ineficientes: Os resultados indicam um elevado percentual de colaboradores insatisfeitos com sua performance, devido a: ferramentas inadequadas de trabalho; perda de tempo ou retrabalho com processos ineficientes; falta de clareza com relação aos papéis e responsabilidades das áreas.


A identificação das principais dimensões emocionais associadas a insatisfação dos colaboradores e aumento do turnover permitiu a criação de orientações específicas e estratégicas, que visam combater a raiz do problema, evitando investimentos inadequados e ineficientes em ações paliativas.


Quer entender melhor como a Nemesis pode te ajudar a compreender fenômenos do comportamento humano e colocar em ação planos estratégicos fundamentados pela Neurociência para promover mudanças organizacionais? Entre em contato com a gente!